“O Direito como Fonte e Justiça como rio” Uma reflexão do Pe. Dr. Antônio Carlos de Oliveira Souza, C.Ss.R sobre a CF 2016

0
0
0
s2sdefault

“O Direito como Fonte e Justiça como rio”

images/Campanha

download


A Campanha da Fraternidade desse ano de 2016 é um apelo para cuidar de nossa “Casa Comum”. É um grito de alerta para a questão do saneamento básico no Brasil. A qualidade de vida de todos está na saúde integral e no desenvolvimento global.
O Direito deve ser uma Fonte que brota continuamente. A Justiça é um riacho que não seca conforme o apelo do profeta Amós 5,24!
A grande novidade é a comunhão ecumênica com “Miserior”, entidade episcopal da Igreja Católica da Alemanha.
Essa Campanha afeta pessoas, independente da fé que professam. O Direito à Vida sustentável como água potável, o esgoto sanitário, a limpeza urbana, o controle dos meios transmissores de doença são medidas necessárias para se ter vida digna e abundante. É a Justiça Social que não pode se esgotar.
Vivemos no Brasil um momento crucial. A crise econômica, as crises políticas por falta de credibilidade dos governantes afetam nossa situação ambiental.
O Alerta da Campanha da Fraternidade é um apelo à “Justiça Social”. Somos responsáveis pela nossa “Casa Comum”.
A preservação ambiental é necessária e urgente para se construir A Justiça, principalmente para os pobres e pequenos.
A Fonte de Vida é o Direito de todos!
A Justiça deve fluir no nosso cotidiano. Crise econômica, frustração política, crise na saúde e na educação!
Somos chamados a ter consciência de nossa realidade!
Somos convocados a garantir o Direito como fonte que brota e criar condições de Justiça Ambiental para todos.

Pe. Dr. Antônio Carlos Oliveira Souza, C.Ss.R

 

0
0
0
s2sdefault